O conteúdo deste BLOG é regido pelos termos de licença do 'CreativeCommons'.

Clicando na imagem abaixo você saberá os termos de uso para os trabalhos aqui publicados e no rodapé as diretrizes de uso.

Creative Commons License

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Dia do Geógrafo e posse da nova diretoria da APROGEO-PB


A APROGEO – PB tem a honra de convidar os estudantes e barachareis do curso de geografia, como também os profissionais geógrafos para a solenidade de posse da nova diretoria para o biênio 2012 / 2014, no auditório do CREA-PB, situado na Av. Dom Pedro I, 809, Centro, João Pessoa, 19 horas do dia 29 de maio de 2012.

Membros da Diretoria biênio 2012/2014

PRESIDENTE: JOSÉ ARIMATÉA ALBUQUERQUE DE ALMEIDA
VICE-PRESIDENTE: HENRIQUE ELIAS PESSOA GUTIERRES
1º SECRETÁRIA: CRISTIANE DE MELO NEVES
2º SECRETÁRIO: DIEGO NUNES VALADARES
1ª TESOUREIRA: CLEYTIANE SANTOS DA SILVA
2ª TESOUREIRA: FRANSUELDA VIEIRA DE FARIAS

A DIRETORIA



sexta-feira, 18 de maio de 2012

Ocorrências na Área de Segurança na Cidade Universitária da UFPB

Por Cristian Soares Vieira dos Santos






Este estudo trata-se acerca das ocorrências na área de segurança da Cidade Universitária, Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), localizada na cidade de João Pessoa/PB. A Cidade Universitária, além de ser um espaço de produção de conhecimento científico por excelência, também possui características de uma cidade, inclusive, com Prefeitura Universitária e, portanto, com algumas peculiaridades do contexto urbano do qual faz parte. Desta forma este TCC, tem como objetivo geral: compreender as ocorrências na área de segurança da Cidade Universitária. Mais especificamente pretende: entrevistar a equipe dos agentes de segurança da Cidade Universitária; verificar junto à segurança qual a sua função e dos seus vigilantes; identificar através dos registros de ocorrências quais os setores críticos em relação às ocorrências dentro do lócus da pesquisa; qualificar e quantificar os registros de ocorrências; aplicar Instrumento de Pesquisa de Opinião (IPO) junto à amostragem da comunidade acadêmica proporcionando o entendimento do grau de preocupação dos cidadãos com sua segurança na Cidade Universitária. Constitui-se universo da pesquisa às ocorrências no respectivo Lócus de estudo; por sua vez a amostragem é composta por 1025 ocorrências dos anos de 2002 a 2010, que foram identificadas em 14 livros de registros da segurança. Ainda foram entrevistadas por meio do (IPO) 370 pessoas escolhidas de modo aleatório entre estudantes, técnicos administrativos e usuários, os quais se caracterizam sujeitos da pesquisa, juntamente com os coordenadores da segurança; vigilantes e os livros de registros das ocorrências. Em relação ao tipo da pesquisa, esta se compreende em seus aspectos quantitativos e qualitativos. Quanto aos procedimentos metodológicos, foram realizadas visitas a Base da Segurança Universitária, para obtenção de informações que pudessem materializar o objeto de estudo. Ainda realizou-se a espacialização geográfica dos registros de ocorrências, utilizando-se técnicas gráficas e cartográficas de representação através de setores temáticos. Em relação à abordagem conceitual, discorreu-se em linhas gerais acerca da violência no Brasil; análise espacial geográfica e bases legais do conceito de crime. Fundamentaram-se os aspectos legais da categoria funcional Agentes de Segurança (vigilante) do quadro efetivo e terceirizado da UFPB. Nos resultados e discussões apresentaram-se: a função dos vigilantes no Lócus de estudo; apresentação das áreas críticas através da identificação das ocorrências por setores e análise dos registros e, por conseguinte a Segurança na Cidade Universitária a partir da Opinião da Comunidade Acadêmica. Como considerações deste TCC apontam-se que as ocorrências na área de segurança da Cidade Universitária da UFPB, constituem uma problemática a ser enfrentada, no que diz respeito a maiores investimentos físicos, financeiros, recursos humanos, estratégicos entre outros; através dos órgãos responsáveis pela Segurança Universitária. Ressalta-se que as ocorrências interferem diretamente no cotidiano, da Comunidade acadêmica e de outros (as), que acessem os serviços disponibilizados no espaço físico da Cidade Universitária. Logo também é conveniente rever as atribuições da Segurança Universitária, em relação ao disposto no Regimento Interno da Reitoria, pois se constata que somente a segurança patrimonial, não satisfaz as atuais demandas que consubstanciam as ocorrências objeto de estudo.


Palavras-chave: Ocorrências, Vigilantes, Segurança, Cidade Universitária.









segunda-feira, 14 de maio de 2012

Ciência e Consciência Turística




clique aqui para visualizar em PDF



Material usado na Conferência Turismo Científico. Nela o autor apresenta conceitos e os explica de forma simples e ajuda o leitor a observar, perceber e compreender o espaço.